Qualidade do tecido: Pontos a serem avaliados no recebimento de tecidos

Siga-nos no facebook

Quando você pensa em qualidade do tecido do produto final, você associa ao controle no recebimento da matéria-prima? Pois esta etapa é de grande importância para alcançar a qualidade esperada da peça, garantindo o controle nos custos e ainda atender satisfatoriamente o consumidor.

Todo o fluxo de produção é iniciado com a matéria-prima. Logo, ao receber o tecido devem ser levados em consideração os seguintes itens para avaliar a qualidade do tecido:

Largura e comprimento: A largura correta do tecido é um fator importante na programação do encaixe dos moldes e na previsão das perdas durante o corte, o que influencia diretamente no custo.

Defeitos: Os defeitos de fabricação no material podem gerar problemas na peça confeccionada. Entre eles: tecido apelotado, esgarçado de trama, ourela rasgada, falta de fio, manchas, etc.

Gramatura: A gramatura refere-se a massa por área de tecido, expressa em gramas/m², e permite avaliar se o tecido é leve, médio ou pesado, facilitando a escolha da linha de costura e da agulha.

Passo-a-passo:
Recebimento do tecido:
Conferir a quantidade de rolos e, principalmente, a qualidade dos itens de regularidade metrológica (comprimento e largura).

Medição do tecido: A máquina revisadeira, ou tribunal de revisão, é a forma mais utilizada para medições nas confecções. Nela é possível revisar a qualidade do tecido e a metragem recebida. Para as malhas a medição é realizada através da pesagem. É importante ressaltar que o medidor da revisadeira e a balança devem estar devidamente calibrados para ter a medição exata do material recebido.

Qualidade do tecido: No recebimento do tecido, a qualidade do tecido deve ser revisada observando possíveis defeitos de fabricação. Para conhecer a nomenclatura completa de acordo com o tipo de tecido é possível consultar as normas ABNT NBR 13378 e ABNT NBR 13175 que identificam como são os defeitos e permitem que a sua comunicação seja feita de forma mais objetiva com o fornecedor.

Observação: Tanto na largura quanto no comprimento deve ser combinada uma tolerância com o fornecedor. O Conselho Nacional de Metrologia – Normalização e Qualidade Industrial (CONMETRO), através da Portaria nº 149 de 2011, estabelece uma tolerância de 2% para essa medições.

Conferência da gramatura: O cálculo do peso linear do tecido facilita a conferência da metragem em balanços de estoque, além de permitir o cálculo de rendimento do tecido, isto é, quantos metros de comprimento ou metros quadrados em área há em um quilo de tecido. Para o cálculo da gramatura basta aplicar a fórmula abaixo:

Gramatura = Massa do tecido
Área

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *